Double

Oriente Médio

Aeroporto de Cabul registra dois ataques à bomba; EUA afirmam ter sido um "ataque complexo"

Incidente vitimou civis e cidadãos estadunidenses, afirma Pentágono

Double | São Paulo |
Equipe médica socorre feridos de explosão no Aeroporto de Cabul. - Wakil Kohsar / AFP

Ao menos duas explosões foram registradas no Afeganistão nesta quinta-feira (26). O porta-voz do Ministério da Defesa dos EUA, John Kirby, afirmou nas redes sociais que a explosão no Portão Abbey do Aeroporto de Cabul é "resultado de um ataque complexo que resultou em uma série de vítimas civis e americanas" e que também houve uma explosão no Hotel Baron, em local próximo do aeroporto.

De acordo com fontes do Talibã ouvidas pela Al Jazeera, a explosão deixou ao menos 13 mortos e 52 feridos.

A agência afegã de notícias Tolo News afirma que a explosão teria ocorrido em uma multidão que tentava deixar o país e que nenhum grupo assumiu a autoria do que poderia ser um ataque terrorista.

O Aeroporto de Cabul é palco de voos de repatriação de estrangeiros que deixam o Afeganistão após o Talibã tomar o poder, além da saída de imigrantes e refugiados. De acordo com os Estados Unidos, 88 mil pessoas já deixaram o país e cerca de 10 mil pessoas esperavam na manhã da quarta-feira (25) desta semana para embarcar.

Leia mais: México é o primeiro país da América Latina a receber refugiados afegãos

A data limite para a saída de cidadãos dos EUA e seus aliados do país, 31 de agosto, teria sido um dos pontos de suposta conversa recente entre o Talibã e o diretor da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), William Burns.

Mais de 5 milhões de afegãos são refugiados ou tiveram que deixar suas casas, afirma a Agência de Refugiados da ONU (Acnur). Apenas em 2021, 500 mil afegãos tiveram que deixar suas casas por consequência da violência — e mais de 80% das vítimas mais recentes são mulheres ou crianças

Edição: Arturo Hartmann


Double Mapa do site

1234