Double

OUÇA E ASSISTA

Programa de compra de alimentos é esvaziado por Bolsonaro em meio ao aumento da fome

Silvio Porto, ex-presidente da Conab, critica a condução que o atual governo faz do setor

Ouça o áudio:

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma política que promove a solidariedade - Divulgação
A questão é a inação do Estado que não permitiu o enfretamento de certas situações

O esvaziamento do Programa de Aquisição de Alimentos(PAA) é o tema da Entrevista Central desta quarta-feira(16). O professor, agrônomo e ex-diretor da Companhia Nacional de Abastecimento(Conab), Silvio Porto, é o nosso convidado. Ele critica a forma com a qual o atual governo resolveu conduzir um dos setores mais estratégicos para garantir a alimentação saudável e evitar o processo de insegurança alimentar no país. 

Em meio à fome, o presidente Jair Bolsonaro resolveu mudar o nome do Programa de Aquisição de Alimentos, que agora passa a se chamar Alimenta Brasil. Para Silvio Porto, a mudança não traz nada de novo. É apenas uma alteração de nome.

Ele aponta que, ainda sem regulação, o Alimenta Brasil não mostrou nenhuma novidade no setor e poderá ficar submetido às conveniências das Emendas Parlamentares para conseguir obter orçamento. 

"Não haveria nenhuma necessidade de criar um novo programa. O Programa de Aquisição de Alimentos é um programa consolidado, de aprovação pública tanto por parte das organizações sociais que comercializavam a sua produção como também pelas famílias que recebiam esses alimentos", explicou. 

E tem mais!

No quadro Trilhos do Brasil, a repórter Jéssica Rodrigues, direto do Rio de Janeiro, mostra que o projeto "Respeite meu terreiro" pretende fazer um mapeamento dos casos de intolerância religiosa e documentar as histórias, tradições e vínculos dos terreiros com as comunidades. O projeto é uma iniciativa da Rede Nacional de Religiões Afro-brasileiras e Saúde. 

NaParada Cultural, uma dica para quem quer aprender a tocar pandeiro. O projeto As Pandeirista, em Bele Horizonte, está com as inscrições abertas para a oficina de iniciação ao instrumento voltada para mulheres. Os encontros serão ao ar livre, em três praças da cidade(Praça Ramatis - Bairro Aparecida, Praça Cristo Reina – Barreiro e Praça Carlos Marques – Calafate), e acontecem simultaneamente nos dias 19 e 26 março e 02 e 09 de abril (aos sábados), sempre de 10h às 12h, com encerramento no domingo, 16 de abril, de 14h às 16h, no Parque Municipal Renné Giannetti

Edição: Monyse Ravena


Double Mapa do site

1234