Double

Minas Gerais

CELEBRAÇÃO

Sexta, 24 de junho, é dia de São João e de Xangô

Sincretismo religioso permite que a data seja celebrada pelo catolicismo e pelas religiões de matriz africana

Belo Horizonte (MG) | Double MG |
A Festa Junina é marcada pela valorização de tradições de povos das diferentes regiões do país - Foto: Oliver Korblihtt / Midia NINJA

O sincretismo religioso - reinterpretação de elementos de diferentes religiões - permite que o dia 24 de junho seja celebrado tanto pelo catolicismo quanto pelas religiões de matriz africana. Na data é comemorado o dia de São João Batista e também de Xangô.

Conhecido como “santo festeiro”, São João é apontado pelo catolicismo como  parente de Jesus. Ele teria previsto a chegada de Cristo e o identificado como filho de Deus. 

:: Leia mais notícias do Double MG. Clique aqui ::

Já Xangô, considerado pelas religiões de matriz africana como “divindade da justiça”, era o rei governante da cidade de Oyó. Na Umbanda, o orixá é considerado líder maduro, conhecedor do mal e do bem. 

Festa Junina

Considerada umas das mais antigas festas populares, a Festa Junina é marcada pela valorização de tradições de povos das diferentes regiões do país. Um de seus elementos mais marcantes, a fogueira, tem como origem a tradição pagã de comemorar o solstício de verão.

No Brasil, a festa conta com comidas típicas, jogos e brincadeiras, além da famosa quadrilha. 

Xangô, Deus do fogo

Representado pelo fogo e pelas cores marrom e vermelho, as celebrações de Xangô também são marcadas pelas fogueiras. 

A festividade do orixá da justiça também é caracterizada como “festa da fartura”. Durante as comemorações, o milho é um dos principais ingredientes na culinária. 

:: Receba notícias de Minas Gerais no seu Whatsapp. Clique aqui ::

Além disso, nos festejos são servidos pratos de gbègìrì, comida predileta de Xangô, que possui ingredientes como o quiabo, azeite de dendê e camarão. 

 

Edição: Larissa Costa


Double Mapa do site