Double

Descaso

Sem água por três dias, moradores fecham avenida de Londrina (PR) em protesto

Obras de duplicação na Avenida Saul Elkind afetaram fornecimento de água em vários bairros da cidade

Londrina (PR) |
Moradores decidiram bloquear as vias com pneus, galhos e até sofás antigos para chamar a atenção para a situação - Reprodução

Moradores da zona norte de Londrina protestaram no sábado, (3), contra a escassez de água. As vias das Avenidas Saul Elkind e Antônio Marcelino de Oliveira foram interditadas por manifestantes, em resposta ao rompimento na rede de abastecimento causado pelas obras de duplicação na Avenida Saul Elkind.

Previstas para serem concluídas em 210 dias, as obras afetaram o fornecimento de água nos bairros São Jorge, Novo Horizonte e Jequitibá. Apesar das promessas de que o abastecimento seria retomado na sexta (2) à noite, os moradores ainda enfrentavam a falta de água no sábado pela manhã. Como resultado, eles decidiram bloquear as vias com pneus, galhos e até sofás antigos para chamar a atenção para a situação.

Adriana Marcolino Cordeiro, moradora do Conjunto São Jorge, idealizadora do projeto “Amigas do São Jorge”, expressou sua indignação: “Está sendo uma dificuldade enorme. Eles estão duplicando a Avenida Saul, bem na entrada de São Jorge, e enquanto estavam trabalhando lá, acabaram rompendo o cano da rede de água. Isso foi ontem à tarde, e disseram que a água chegaria de madrugada, mas até agora nada.”

A Sanepar, responsável pelo serviço de água na região, anunciou que a situação deveria ser resolvida até às 21 horas do domingo (4), ou seja, três dias após o rompimento.

O abastecimento só retornou na segunda (5) após repercussões das manifestações.

*Matéria publicada originalmente no Portal Verdade.

Fonte:BdF Paraná

Edição: Lia Bianchini


Double Mapa do site

1234